quarta-feira, 3 de março de 2010

Slow Motion


Em períodos desgastantes, há que abrandar. Ter tempo para viver devagar é um pequeno luxo aqui na urbe. Vou ali descansar mais um bocadinho, talvez olhar o tempestuoso mar. Depois volto... Mas antes quero homenagear este grupo de jovens, criadores de uma música original, com vagas reminiscências dos Joy Division. Conseguem a proeza de escapar ao ruído gratuito, e de anunciarem o século XXI com uma espécie de "alma urbana" que os coloca, a meu ver, nos antípodas da superficialidade. Terminam o tema Crystalised com um "go slow..." que me cativa. É gente nova e gira - os XX!





Nota: O grupo actua em Portugal no dia 25 de Maio na Aula Magna, em Lisboa. 

Imagem Daqui 

10 comentários:

mdsol disse...

Passa uns dias muito bons!

Beijinhos

:)))

Austeriana disse...

Olá, Ana Paula! :)
Não conhecia e gostei muito. acresce que - vá lá saber-se porquê - lembrou-me a letra de "Ordinary people", do Johny Legend: "Take it slowwwwwww...".
Um abraço.

partilha de silêncios disse...

Adorei a música e confesso que o "go slow", também me cativou.

um beijo

via disse...

a música aviva-nos, bem precisamos para essas três semanas que se avizinham! bjo

Mar Arável disse...

Muito bom

Bj

cão sem raiva disse...

Não conhecia. Mas gosto. Ambos os temas me fazem pensar em chuva vista por uma janela: quase a vejo escorrer pelos vidros.
:)

José Marinho disse...

Bom "abrandamento"; é preciso isso. Eu estou a acelerar, não aqui, espero não levantar voo. Fizeste uma boa sugestão musical. Vai, vai ver o mar tumultuoso... Agasalha-te. Ai o mar, o mar... Adoro o mar!... Tudo de bom.

anamar disse...

Gostei, Ana Paula...
Uma boa proposta para o Maio...quem sabe.
Bom fim de semana com o descanso adequado...
Beijinho
Ana

C. disse...

Olá, Ana Paula :)

pois é mesmo um luxo, ter tempo para viver devagar; acho mesmo que é o luxo mais caro nos dias que correm, cheios de ruído e vertigem. Mas eu pago o preço.
E parece que estes "piquenos" também.
É muito interessante a letra deste clip, ainda que possa referir-se a uma forma de pressão existente, muitas vezes,nas relações pessoais. Viver "under pression" contamina tudo.

Beijinho

continuando assim... disse...

convite para seguir a história de Alice, lá no
--- continuando assim... ---

bj
bom fim de semana
teresa