domingo, 4 de novembro de 2012

hipótese existencial - toda a vida é arte posto que é ilusão

El Bosco (?), O Prestidigitador (cerca de 1502) 


a expressão tola do ilusionado leva a crer que é essa capacidade de nos deixarmos iludir a que permite uma vida com sentido. procure-se o que está por detrás de... e é o mais radical absurdo o que fica à vista. o absurdo é, por hipótese, o meio onde estamos mergulhados, e que nos recusamos a habitar. o mundo pode ser assim nosso, pois não há quem não seja uma ou outra vez tolo. e com tolices-ilusões se tece a lenta mas também longa teia do mundo. quanto mais rendilhados, mais se respira o mágico que há em nós: o que ilude e o que é iludido.

2 comentários:

Faty Laouini disse...

Muitas vezes a ilusão sustenta uma vida - estou de acordo. O que será melhor? Uma vida iludida feliz ou uma vida sem ilusões e infeliz? :) Nunca souber responder...

Ana Paula Sena disse...

...também eu ainda procuro (e procurarei, creio) a resposta, Fátima :))