quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

O "Eclipse" do Mundo Real



Ainda conseguiremos, hoje, "ver" o mundo real?

Ainda o queremos "ver"?

Será que ainda existe?

11 comentários:

Tríade Aumentada disse...

...Alguma vez o conseguimos ver?

...Queremos. Sempre.

... Existe, sim. Transcendendo o sujeito e a objectiva.

Abraço a triplicar

alice disse...

ai ana paula, estou toda arrepiada, este poema aqui ao lado sobe pela espinha acima, também gostei do vídeo, só não sei muito bem responder à sua pergunta. um beijinho. bom fim de semana.

isabel mendes ferreira disse...

não...o mundo real está viciado...

ou não...

a filosofia não explica tudo mas ajuda...


existir ainda é ser?


______________pergunto-te a Ti...que saberás mais que eu...


beijo. sendo.

MiE disse...

Olá Ana Paula

Pois, eu de Baudrillard nada sei, e sou leiga em filosofia, curiosa fui pesquisar...

Achei interessante.

Estaremos a viver num mundo virtual, de ilusão, com esta tecnologia toda? Ela, a tecnologia, não se estará a substituir à realidade, dando-nos a ilusão da realidade num universo em que existe cada vez mais informação e cada vez menos sentido?

Vivemos num mundo de imagens, signos, conceitos, que são o simulacro puro da realidade...

Substituímos o saber pelos conceitos...

...

...e fico sem saber responder a esta questão.

Mas valeu a pena, fez-me pensar e aprender...e achei muito interessante o pensamento deste senhor...concordo muito em muita coisa que diz. obrigada.



"Ilusão ou realidade??
Isto o que está aqui não é nada. Eu não existo"

:)))


beijo

fica bem

(ontem tive problemas em deixar aqui o comentário...por isso gravei e estou a colocá-lo hoje. Será que vai dar...espero que sim)

MiE disse...

Voltei

para te dizer que

pegando na tua ideia

dei-lhe continuidade com um excerto do Vergílio Ferreira e uma imagem minha.


Beijo

bom fim de semana

intruso disse...

(entre nós e as palavras há a realidade...

Elsinore cruzou-se com estas perguntas e fiquei a pensar na palavra "ver"

talvez o mundo e a realidade só existam mesmo porque os vemos, quando os vemos...

...

não sei]


bjs

Anónimo disse...

ANA PAULA: Não se pode comentar no seu belo blog de escrita criativa? É uma pena privar os seus leitores de comentários in loco. A que se deve este facto? Voc~e escreve magnificamente, gostaria muito de trocar consigo algums ideias sobre escrita criativa.
Um admirador (censurado)

Ana Paula disse...

O meu muito obrigada a todos os que por aqui têm passado, pela sua atenção e pelo seu simpático incentivo. :)

Caro anónimo, se assim o desejar, pode ler a minha resposta no Fio de Ariadne.

e-ko disse...

em viagem matinal pela criatividade virtualizada... gostei muito dos teus blogs e venho agradecer a adesão ao "antiqua".

abraço

manhã disse...

mas o que é a realidade? aquela que vemos, pensamos?verdade que a consciência da fugacidade e da pluralidade da realidade multiplica-se na linguagem, imagem e palavra, ele tem razão, essa multiplicação dá-nos cada vez mais uma noção de simulacro, como se a verdade se escondesse na exacta proporção em que se multiplicam verdades.

Bandida disse...

ahhhh tu andas por aqui. a espreitar os sonhos.


beijo saudoso!

B.