quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

E porquê a Terra do Nunca?

A Terra do Nunca é aquele lugar mítico onde se encontra um rapaz que não quer crescer, ou melhor, que não quer deixar de ser criança. De acordo com a história de J. M. Barrie, esse rapaz era Peter Pan.


O Nunca pode ser apenas uma ficção porque é bem possível que nada possa ser alguma vez um nunca. Tudo é efémero e circunstancial. A própria morte pode não ser, igualmente, um nunca (mais...). Face ao desconhecido que encerra para nós, não o podemos saber.

Se existe um Nunca ou uma Terra do Nunca, só pode ser na nossa imaginação. E nisso, as crianças são sempre prodigiosas. Regressar um pouco (ou muito) à nossa imaginação de infância, não deixar morrer a criança que ainda possa existir em nós... é esse o sentido de toda a possível alusão a um lugar assim, onde possa encontrar-se um Peter Pan, uma Wendy ou uma Sininho e, claro, um Capitão Gancho.



Porque as crianças podem ser sempre o começo de algo genuíno e espontâneo... Num tempo onde se acredita e onde se projecta sem demasiada desilusão... Vale a pena imaginar a Terra do Nunca, viajar até lá num pequeno espaço onde se encontre o reflexo de tudo o que admiramos e que, por isso, faz viver a nossa sensibilidade.

Ser criança é ter o direito e a possibilidade de acreditar. Mesmo quando há pouco em que acreditar.


3 comentários:

alice disse...

bom dia, ana paula. gostei muito de ler este excerto da tua viagem. um beijinho. obrigada pela visita.

isabel mendes ferreira disse...

Ser crian�a � ter o direito e a possibilidade de acreditar. Mesmo quando h� pouco em que acreditar.

_________________ " ______________


___________eu sou da terra do nunCA.

ou da terra que � sempre.
um caminho que se faz de vereda em vereda. de sorriso em sorriso. contra as quedas. e os vendavais.

como uma crian�a. que insiste em acreditar que as fadas existem. contra tudo.
a favor de tudo...:)


Bom dia...

neste blogue e "encantos" e "fontes".


nunca de prantos.


beijos.

Ana Paula.

Obrigada!

isabel victor disse...

Olá Ana Paula, boa noite !

Então na terra do nunca ?

Bela metáfora da vida ...

( O probema é que existem hoje muitas pessoas com o sindroma de Peter Pan ... "pessoas grandes" que têm medo de crescer e de assumir responsabilidades.
É complicado ... quando há crianças em todo mundo, que nem sequer têm direito a ser crianças ! )

________________

Adorei Ana Paula, esta tua "terra do nunca" é muito inspiradora. Vou lançar uma ponte para aqui, agora mesmo !

iv*