terça-feira, 12 de junho de 2012

poesia e acesso à realidade

Tomas Tranströmer recebeu o Nobel da Literatura em 2011. trata-se de um poeta que me é desconhecido, e acerca do qual pretendo saber algo mais... por outro lado, pareceu-me interessante o motivo invocado pela Academia Sueca para a atribuição deste prémio: "... porque nos possibilita um acesso fresco à realidade". ora, esta designação de frescura, adjectivo que já li algures ser criticado por algumas pessoas, na medida em que faz lembrar legumes ou fruta fresca... bom, a verdade é que eu não desgosto do termo. e não quero discorrer muito sobre. mas a questão de um acesso à realidade interessa-me. o que pressupõe que, se calhar, estamos mergulhados na realidade, mas não a vemos tal e qual. coisa que o poeta será capaz de fazer. ou então, vemos a realidade, sim, mas sempre segundo o nosso prisma. que pode não ser tão fresco como o de Tomas Tranströmer. é mesmo tudo isto que penso gostarei de averiguar um pouco. este vídeo que aqui trago ajuda a conhecer melhor o autor.
  

Sem comentários: