sexta-feira, 11 de junho de 2010

Ser ou não ser


«Mas que significa para uma vida pôr-se - ou ser posta - em jogo? (...)
Ética não é a vida que, simplesmente, se submete à lei moral mas, sim, aquela que aceita pôr-se em jogo nos seus gestos, irrevogavelmente e sem reservas. Mesmo correndo o risco de que, de certo modo, a sua felicidade e a sua desventura sejam decididas de uma vez por todas.»
Giorgio Agamben, Profanações



Imagem: Tilda Swinton em The Last of England de Derek Jarman 
(pesquisa do Google)

3 comentários:

vbm disse...

Mesmo que na vida haja acontecimentos que cindam o devir num antes e num depois, ela, na contingência da sua totalidade (monádica) é o desenrolar livre da pessoa moral que na vida vivida alcança a perfeição possível da sua natureza.

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Belíssimo...

Violeta disse...

Por-me ajeito para avida pode ser um "pau de dois bicos". por um lado é viver o que o acaso nos dá, sem stress, com confiança; por outro implica perder a oportunidade de fazermos por nós, por construirmos o nosso percurso.