terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Lhasa de Sela (1972-2010)





La Marée Haute

Apanhada de surpresa, sinto-me triste. Adeus, Estrela cadente...



Imagem: pesquisa do Google

6 comentários:

Pitucha disse...

Mas fica nos seus discos. Para nosso bem.
Beijos

Spark disse...

Está a ser mto difícil de digerir a sua morte. Sigo com mta atenção a sua carreira desde o inicio e ainda tive a oportunidade de a ver ao vivo. Tinha uma voz única!
Guardo por ela um carinho especial!

poematar disse...

É assim. Somos nada, pensando por vezes que somos tudo. Ficou uma voz, um cantar, um legado. Não fiques tão triste. Tudo de bom

lobices disse...

...associo-me

C. disse...

Era uma mulher e artista singular, de voz inconfundível. Deu uma entrevista ao Expresso, em 2004, que li várias vezes. Profunda na sua simplicidade. Enristece, sim, ver partir gente tão jovem e promissora.
E é arrepiante a sua lucidez, a sua consciência do fim e a forma como o enfrentou.

Um abraço, Ana Paula.

Violeta disse...

Foi na Antena 2 que ouvi a notícia, fiquei deveras triste.