segunda-feira, 27 de abril de 2009

Muita música!


Impossível apreciar tudo nos Dias da Música! Mas a festa esteve muito boa, cheia de novidades e de boas surpresas, num óptimo trabalho da organização e concepção do evento. A meu ver... evidentemente. Consciente de que nem tudo é perfeito. O que fica é o desejo de mais ocasiões destas... Sendo eu apenas uma algo anónima representante, de todos os que agradecem serem-lhes proporcionadas boas oportunidades para apreciar música de qualidade. Fica assim provado que a música para todos também pode ser excelente.
Depois d' "A Herança de Bach", fiquei a saber que para o ano o tema será o d' "As Paixões da Alma" (uma alusão a Descartes). Promete!


Arvo Pärt

Este ano, a minha impressão mais forte é a de um concerto a que decidi assistir à última da hora, algo fora do meu programa. Inesquecível! Schostakovich-Ensemble, um agrupamento musical que já conhecia de outros espectáculos, e que se apresenta em diversas formações. Foi criado pelo pianista Filipe Pinto-Ribeiro em 2006. Gosto imenso do estilo deste grupo. Em particular, escolhi este concerto porque apresentaria algo novo para mim: obras de compositores russos e de um estoniano. Deles, conhecia apenas o estoniano, e não muito bem. Desconhecia os outros dois. Provavelmente, numa outra fase da minha vida, não me cativariam por aí além - requerem enorme concentração. Actualmente, tocaram-me de um modo muito especial. Na verdade, são todos grandes compositores da segunda metade do séc. XX. Muito bem apresentados por Filipe Pinto-Ribeiro, num concerto muito instrutivo : Arvo Pärt, Alfred Schnittke e Sofia Gubaidulina.

Descobrir melhor a sua música vai ser um desafio e um prazer...

Fica aqui uma amostra de Arvo Pärt, o qual surpreende por muitas outras razões, mas também pela sua lindíssima técnica de "tintinnabuli" (do latim, pequenos sinos).





Imagem: pesquisa do Google

14 comentários:

Artista Maldito disse...

Olá Ana Paula

Gostei muitissimo de ouvir Arvo Pärt, desconhecia e é meu hábito ter sempre a rádio clássica ligada.

Obrigada por esta partilha. É bom começar a semana com boas descobertas.

Um beijinho grande
Isabel

Pedro Lopes disse...

belo este som
belo belo belo

Lord of Erewhon disse...

Não conheço nenhum outro memorial tão elegíaco, tão triste e belo, tão tenebrosamente angustiante.

Porcelain Doll disse...

Música interessa-me muito... toda ela. Desconheço os artistas de que falas, mas creio que já percebi o estilo que te agrada e trata-se de um tipo de música que gostaria de descobrir quando tivesse oportunidade. E acho que a melhor oportunidade é precisamente assim como tu fizeste: ao vivo.

:-D Acho que estou cheeeiiiaaa de inveja de ti!! :-P Da boa e da positiva!! Adorava ter mais oportunidades aqui por perto... :-))

Beijinhos!!

RAA disse...

Gosto imenso do Pärt

Contracena disse...

Um domingo bem passado!
Gostei deste "Cantus in memory Bergman".

Beijinho.

Pedro Lopes disse...

reparei no
a viagem ao centro da Terra
do Rick Wakeman
que adoro
e fiz aqui playouço

poemar-te disse...

Olá Ana Paula. Óptima proposta musical. ainda bem que deste um salto aos "dias da...". Que raiva, o trabalho não me dá tréguas - nem lá pus os pés. Sabes, deves saber, o trecho musical dos Genesis que ouviste-viste faz parte do álbum-conceito: FOXTROT - é um marco na música pop/rock. Conheces? Se não conheceres, tenta ouvir. Eu não tenho em cd, caso contrário enviava-to. Vamo lá ver se tenho espaço para trabalhar o "poema colectivo" - ainda nãp acabou. Desculpa, onde arranjaste esse playerzinho?... É adorável.
Um beijo.

observatory disse...

na verdade fiquei parado no tempo


parei na escola de viena...

saltei pros concretos

electronicos...

retornei para os barrocos.


ps: voce sempre gentil com as visitas...
lá nos vai oferecendo uns belos bolos de cha :)
catita a foto. cara de refilona:)bem melhor que a outra versao pop.

veruska disse...

Obrigada por este momento.

partilha de silêncios disse...

Não conhecia Arvo Part, muito bonito. Obrigada pela partilha.
Bjs

Mar Arável disse...

Pensava eu que só no meu mar

seria possível

Venham outros desafios

daniel disse...

Desconhecia por completo este artista... É sempre bom recordar... =)

Obrigado por revelares estes recantos da cultura, afinal, o que seríamos nós sem ela! =)

Contracena disse...

Ups..., parece-me que estás muito longe..., o que deve ser óptimo, se assim for.

Beijinho.
Fátima