domingo, 29 de junho de 2008

The Show Must Go On!


Assisti ontem à transmissão do concerto em homenagem dos 90 anos de Nelson Mandela (uma bela idade, a completar no próximo dia 18 de Julho). Passou na RTP1 e gostei bastante de alguns dos momentos musicais que por lá aconteceram...

O meu destaque vai para a exibição dos Queen, esse grande grupo da história do rock. É realmente fantástico observar a capacidade que continuam a ter de contagiar o público com a sua ainda tremenda energia, vitalidade e alegria! Ouvir alguns dos seus grandes êxitos continua a ser um enorme prazer. De assinalar a participação do actual vocalista do grupo, Paul Rodgers. Consegue dar continuidade ao projecto com grande nível. Uma certa tristeza por quem não está... fica, claro que fica... Uma grande nostalgia também... Mas, acima de tudo, e embora não a tenham tocado, veio-me logo à ideia uma das minhas músicas preferidas dos Queen: "The Show Must Go On" !



É isso, tal e qual. É preciso continuar. Foi sempre essa a vontade de Freddy Mercury. Também deverá ser a nossa, mesmo com a perda que representou o seu desaparecimento.

Parabéns ao grupo por manter vivo o projecto! Parabéns a Paul Rodgers, pelo digno contributo para a continuidade do mesmo!
"Go On!"

E, desde já, parabéns a Nelson Mandela!


11 comentários:

isabel mendes ferreira disse...

obrigada Ana P.



e para quem esteve em Zanzibar respirando a alma de F.M. é uma benção o teu post.


obrigada tb pelo beijo.





sempre. sempre.

Frioleiras disse...

nesse dia, inopinadamente, eu ... estive a ver um exclente programa com a Jessye Norman......

Miguel Garcia disse...

Bom dia Ana Paula =)
Tenho uma opinião mais fechada, há para mim certas bandas que morreram aquando da saida de um dos elementos ou da sua morte, e com muita dificuldade consigo acompanhar os trabalhos futuros dessas mesmas bandas, o que acontece com Queen e Guns and Roses, por exemplo.

É muito dificil introduzir um novo elemento numa banda que já estava tão bem cimentada há alguns anos, ainda por cima quando estamos a falar do vocalista e nos Queen, ainda que toda a banda seja um elemento fundamental, o Freddie Mercury era sem dúvida o Mestre de Cerimónias.
Não desgosto do Paul Rodgers nos Free, mas nos Queen para mim não encaixa muito bem.

E claro, parabens ao Nelson Mandela pela provecta idade!

Abraços!

RAA disse...

Não há palavras para o Mandela. É como os homens deveriam ser.

jasmimdomeuquintal disse...

Ana
Também gosto muito desta música.
Mandela, grande homem, foi bem homenageado mesmo sem Freddy Mercury, o projecto de Paul Rodgers é grandioso.

Luís Galego disse...

Uma grande nostalgia também...

amfm disse...

Let's go... but i don't know where...

Bjs

Bandida disse...

what show?

.........



parabéns a ti que abres palcos!

Ouriço disse...

Irritou-me isso: não passou na nossa maravilhosa tv. Só vi a Amy, direitinha e adorei ouvir a colectiva.
bjs!

João Videira Santos disse...

Continua a ser uma excelente banda de rock e estou de acordo com a apreciação que faz,mas...a lembrança de Mercury continua presente!

e-ko disse...

os queen ficaram muito enfrquecidos ao perderem a "VOZ" inconfundível do Mercury... e a democracia na África do Sul, apesar de já estar muito enfraquecida pelo indecente apartheid económico, ficará ainda mais enfraquecida quando Mandela desaparecer.