segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Sociedade Lunar

Encontro da Sociedade Lunar de Birmingham (século XVIII) - autor anónimo

Sem dúvida, considero muito interessante esta sociedade - Lunar Society - cujo nobre objectivo consistiu em contribuir para o desenvolvimento económico e técnico do Ocidente no século XVIII, realizando, entre outras actividades, reuniões periódicas para discutir e debater as últimas novidades da época. E porquê Sociedade Lunar? Acontece que os seus membros aproveitavam as noites de lua cheia para se deslocarem até ao ponto de encontro - na gravura, ele é a casa de James Watt (1736-1819). Era perigoso viajar à noite naquele tempo, indo a cavalo, sobretudo porque as estradas não possuíam qualquer iluminação. Mas o luar oferecia uma excelente protecção. Pelo mesmo motivo, os seus membros passaram a ser designados por os lunáticos. Aqui está a origem de se considerarem os cientistas, filósofos, e pensadores em geral, como tal.
Considerando o preço actual da energia eléctrica, não sei se não será uma sugestão a ter em conta agora, em pleno século XXI. Aproveitar as noites de lua cheia para realizar uma série de tarefas ao luar, por exemplo, algumas daquelas que já não possam realizar-se com a luz do dia: conversar, debater ideias, descobrir soluções para problemas (tantos!) ... Bom, mas isso já não se faz muito nos tempos que correm. Agora é mais cortar a eito e já está. De qualquer forma, fica a sugestão, e também a interrogação: que poderemos fazer para aproveitar a luz do luar?


4 comentários:

Mar Arável disse...

Cuidado
Se o coelho aproveitar a sua sugestão
ainda vai legislar mais um imposto

Fernanda disse...

Não fazia a mínima ideia que o termo lunático estivesse associado aos cientistas e aos pensadores nocturnos!
Faz todo o sentido, e penso que como a Ana, se deveria aproveitar mais a luz da lua para economizar.

Relativamente à pergunta que deixa que fica no ar, diria que há mesmo muitas coisas que já faço em noites de luar, sobretudo nas noites quentes de Verão.
Uma delas é mesmo conversar. Reunir amigos, ou apenas com a família, o marido e porque não até namorar???
Passear em boa companhia numa noite de luar, que bom!!!
Já alguma vez experimentou sentar-se no chão numa dessas noites e deixar-se embalar pelo cântico dos grilos e ralos?

Lembro-me de em criança, quando vinha para a casa dos avós paternos, se desfolhar e debulhar o milho à noitinha, depois do jantar.
Haviam várias tarefas que não necessitavam de muito mais luz, que aliás não havia, só a lamparina e o candeeiro a petróleo.
Talvez tenhamos que voltar a esse tempo!!!

Beijinho

TERESA SANTOS disse...

E não é que apresentas uma bela sugestão?

Perderam-se hábitos tão simples, mas tão agradáveis!

Beijinho.

TERESA SANTOS disse...

Ana Paula,

Passo, desta vez para dizer que mudei de link.
Este blogger tem deixado muitos de nós à beira de um ataque de nervos.

O link actual é:
http://teresaeascronicas.blogspot.com/

Beijinho.